Como fazer tiara unicórnio de feltro

22 de fevereiro de 2017



Oi pessoal o post de hoje é só para mostrar o presentinho que a mãe do meu namorado fez pra mim e para minha irmãzinha Ana Clara. Foi bem fácil de fazer e  eu a ajudei na confecção. Procuramos um tutorial em que  a tiara unicórnio é feita com feltro, ideal para as crianças, pois não pesa e nem corre o risco de machucar. 

Um tutorial que nos ajudou muito foi da Natasha, por isso como encontrei algo que funcionou muito bem comigo, o indico! Vamos ao vídeo:


Mais fotos do meu dengo né gente? Porque eu amo demais essa garota!

Eu não sei flertar

19 de fevereiro de 2017



Sabe aqueles filmes que aparecem uma mulher ou  um  homem que sairiam de um longo relacionamento dizendo  "Eu não sei paquerar" ou "Há muito tempo que eu sai de um relacionamento, nem sei mais como namorar", "Estou nervoso, não sei como me comportar" ou "Estou velha demais para isso (esconde uma tremenda insegurança em relação ao flerte)". Então, eu sempre  pensei desde a tenra infância: A pessoa já se relacionou antes  como é que diabos ela não sabe flertar?

A arte do flerte é difícil. E isso é tudo culpa dessas séries/novelas que mostram encontros divertidos, que no final os personagens tem uma espécie de imprinting


E ai que me veio a seguinte pergunta:  Há etiquetas para encontros e relacionamentos (Se é que ainda existe essa modalidade de encontro, pois é, sou totalmente sem noção neste aspecto)? . O que eu vejo é apenas um ritual: Provavelmente um dos dois faz o convite (Cinema, lanchonete, restaurante, passeio ou filminho, jantar em casa). O negócio é que nesse "encontro" as pessoas conversam sobre tudo,  confortáveis ou desconfortáveis com a possibilidade de ter um contato físico, e - pausa dramática- não sabem como isso irá se dar. 

Outro fato engraçado é que se a conversa é um saco, as pessoas ainda se sentem na obrigação de ter um contato físico. Pois, pooooxa já aceitaram sair ou pra não deixar o outro sem graça e etc. E realmente acreditam na salvação de que: se a conversa foi uma merda, não teve imprinting,  o beijo/sexo pode salvar. E ai que entra  a questão da rejeição, esse medo que nós temos, de não ser atraente o suficiente para o outro, e eu já escrevi sobre isso aqui no blog, não vamos deixar a autoestima cair, né migas?


 É um embaralhamento sem fim  e percebo que o ritual é sempre o mesmo, mais ou menos assim: Conversação - > Refeição - > Conversa - >  Contato físico. Apesar de saber que este é o nosso ritual de "acasalamento" percebo que não gosto, eu não me sinto confortável.  Prefiro longas conversas prévias, sobre filmes, séries, livros e outros assuntos pra no final eu descobrir que eu só quero aquela pessoa como amiga ou um possível relacionamento. (Me encaixo no setor Demissexualidade)


O jeito que as pessoas flertam implica em muitas expectativas, ansiedade e se não sair dali com pelo menos um up na   autoestima, de como somos atraentes ou maravilhosos. E  ai   se o Flerte não deu certo, significa que você não é atraente e/ou não tá valendo nada no mercado.

Se o flerte for essa coisa toda tensa ai, eu realmente: Eu não sei flertar. 

Para seguir: Nyané Lebajoa

17 de fevereiro de 2017




Nyané Lebajoa é uma influenciador digital, blogger, modelo, Designer de moda  natural do Reino Unido, atualmente está morando em Berlim, Alemanha. O design de moda é a paixão inicial e verdadeira de Nyané, e Nyané tem se expandido não apenas em diferentes setores da indústria da moda (por exemplo, modelagem, design de jóias), mas também em diferentes setores da produção de conteúdo, incluindo beleza e viagens.

Ou seja, ela não é só um rostinho bonito com o cabelo incrível não meus amores. Para acessar seu instagram, clique aqui. Para acessar o seu site, clique aqui


Antes seu cabelo era prata maravilhoso, ai ele trocou a cor por uma espécie de rosa/salmon. Eu fiquei em dúvida de qual das cores eu sou mais apaixonada. Mas vocês, qual preferem?

Projeto 12 cores: Lilás

15 de fevereiro de 2017



 O dia que eu fiz essas fotos foi bem rapidinho, antes de uma viagem e com direito a chuvisco que detonou com os cabelos e aumentou o frizz. E sem falar no batom meio borrado. Mas o importante foi que consegui as  fotos com a temática do mês: Lilás.   E só deu certo por conta do meu cabelo,  pintei justamente pensando no projeto.

O projeto não é restrito a fotografia, se expande para todas as formas de expressão que se utilize da cor do mês. Abaixo vou linkar as outras participantes. 

Blogs que eu gosto #07

2 de fevereiro de 2017


Mais uma seleção de blogs que eu gosto ❤
O Amor Plural é um blog muito fofo que conta a rotina da Maria Emília e de sua família, composta por ela, o marido e os filhos Joca, Amélie e Iolanda que ainda está no útero. Eu conheci o blog através do instagram, pois as fotos e textos são puro amor.

"Somos uma família jovem, vivendo atualmente em Araraquara com planos de morar um dia em NY (vai mega-sena!) Sou fotógrafa e minha maior inspiração são eles, nosso cotidiano e todas as aventuras desse mundo materno. Aqui você encontra um pouco de tudo, dicas, desabafos, fotos, receitas. Espero que se sinta em casa.

Beijos,

Maria."
Se vocês querem saber sobre alimentação saudável sem neuras ou frescuras, com textos reflexivos a cerca do nosso comportamento alimentar, vocês precisam ler este blog!

"Eu não conto calorias. Como nutricionista, sei que valor calórico avaliado de maneira isolada não é importante. Como pessoa, não conto porque acho chato, paranoico.
Sou nutricionista e cozinheira profissional. Adoro comida, como prevenção, como cura, e como prazer. Fico feliz com o interesse das pessoas em entender mais sobre nutrição. Mas preocupada com ‘vulgarização’ da informação.
Nesse blog eu vou escrever sobre SAÚDE. E saúde, ao meu ver, é um conjunto. É comer bem, de maneira saudável, sem culpa. Respeitando os limites de cada um. É saber o valor nutritivo de um alimento, e não o valor calórico!
Aqui no blog, quero mostrar que o importante não é contar calorias, mas saber o que estamos ingerindo. Quero mostrar um lado da nutrição que é verdadeiro, simples e saudável de verdade. Sem paranoia, sem complicação.
Mas o principal: vou mostrar que o alimento não é um vilão. Que alimentação saudável não é viver de dieta. E que cada um tem um corpo, um metabolismo, uma rotina, um tempo…
Como diria uma amiga “Pra quê contar calorias, com tantas coisas boas pra contar?”"
A Suelen é de Manaus, super gente boa, comunicativa e com os cachos ruivos mais amados da internet. Além disso, ela é ilustradora e compartilha fotos maravilhosas de seus looks e seu cotidiano. Você não vai se arrepender de seguir o Rosto de Neve!
A Morgânia escreve no Pequena Pi desde 2012, lá ela compartilha suas histórias e muita fotografia bonita, vale a pena conhecer e acompanhar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...