Comer fora ou levar marmita? O guia prático para fazer sua marmita em casa!

27 de novembro de 2014


Eu vi esse infográfico no blog Saber para crescer. E achei interessante, depois de ler muitos artigos na internêt. Ficou claro que muitas pessoas apoiam que marmita feita em casa sai vencendo por ser segura, saudável e econômica para o jantar.


Mas acho que isso depende muito da sua rotina e perfil, se você:
  1. Encontrou um bom restaurante e fez um acordo com o dono de almoçar todo dia lá, se ele fizer um preço mais camarada.
  2. Se a comida comprada pronta é gostosa. 
  3. Se você odeia cozinhar e não tem problemas em pagar por isso e, é claro, encontrou um bom restaurante.  
  4. Se a comida na sua cidade é barata. 
  5. Se você tem preferência pela comodidade. 
  6. E você adora comer no KG, pela liberdade de escolha e pelo preço em conta. 
  7. Comer no KG também te ajuda a manter uma alimentação saudável, isso se você for bem disciplinado para não exagerar. 
Eu acho que nesses casos é super válido não levar marmita, mas isso varia de pessoa para pessoa.


  1. Eu já dividi marmita. Funcionava assim, todos os dias nos reuniamos e decidiamos com quem iriamos dividir a marmita, cada um pagava metade e eu me sentia satisfeista, mas não gostava da comida do lugar que  compravamos, e olha que experimentei uma porção de marmitarias, as melhores refeições acabavam saindo muito caras.  E ás vezes a carne era pouca, o que era triste, pois como eu gosto de carne, sentia falta. Isso não vai funcionar se você come muito ou é apaixonado por carne. Porém, você vai ter comida fresca e barata todos os dias. 
  2. Eu comprava a marmita no restaurante mais próximo e dividia em dois dias na geladeira do meu local de trabalho. Mas dependendo do lugar que você for comprar e do preço que você pagar a marmita pode vir com pouca carne, o que te obriga no dia seguinte a levar mais uma mistura/carne
  3. Fazer marmita dá trabalho, é cansativo, mas em compensação, como eu janto, sai mais barato, porque são duas refeições feitas "em casa"  por um preço menor então compensa. Também compensa se você tá querendo se alimentar direito e ai você elabora seu próprio cardápio. Ou se você quer economizar, vale a pena o pequeno esforço. E se você deseja melhorar as habilidades na cozinha não tem coisa melhor.
  4. Como eu levo minha marmita? Salada sempre num potinho separado, arroz, carne e feijão no mesmo potinho, marmita com divisórias super ajuda. Porém, quando eu tenho algum molho eu faço questão de colocar em mais um potinho separado, porque não gosto quando mistura com arroz antes de esquentar.
Atualmente eu me divido entre comprar  a marmita e guardar a metade para o dia seguinte e fazer minha própria comida em casa. E claro que a marmita feita em casa sai mais em conta, mas têm dias  que eu não tô muito a fim de fazer, não faço. Não me prendo a isso. Além do mais, há algum tempo eu comecei a comer direitinho novamente, então levar a marmita está super compensando, pois controlo a quantidade e o que comer. 


Dicas do site Bem Estar para uma marmita saudável:

- Escolha bem os alimentos
- Dispense as frituras e prefira carnes grelhadas, assadas ou cozidas
- Evite cremes à base de leite, pois estragam facilmente
- Monte a marmita em dois recipientes: um para as saladas cruas e outro com os alimentos cozidos ou refogados
- Não encha demais a vasilha, para não criar o hábito de consumir mais que o necessário
- Monte a marmita de acordo com a quantidade de um prato. A salada deve ocupar metade do total
- Não exagere num único grupo de alimentos. Por exemplo, se levar batata, não precisa acrescentar arroz nem macarrão
- Use uma bolsa térmica para transportar a comida. Assim que chegar ao trabalho, guarde-a na geladeira e aqueça-a antes da refeição
- Tempere a salada na hora, para não murchar. Para isso, leve o tempero à parte
- Esquente a comida em um prato ou algum recipiente de vidro temperado que suporte a temperatura do micro-ondas
- Lave sempre sua marmita após o uso para não ficar com cheiro ou restos capazes de causar intoxicação alimentar
- Associe seu almoço a uma dieta saudável durante todo o dia.
Dicas da Giselle Souza do  blog Receitas de Minuto:
  • Macarrão: Sempre que fizer macarrão (de qualquer tipo) não cozinhe ele muito, deixe ele um pouco firme e adicione bastante molho. Assim quando for reaquecer ele vai terminar de cozinhar e não ficará molenga demais.
  • Frango Grelhado: Tire ele ainda um pouco mal passado e para aquecer diminua a potencia do micro-ondas, assim quando reaquecer ele não vai ficar seco.
  • Arroz e Feijão: Quando fizer sua marmita pense que ao colocar o feijão e arroz juntos o caldo do seu delicioso feijão sera absorvido pelo arroz, e quando for comer não vai ter a mesma graça de quando comemos em casa. Então leve os dois separados, assim você pode aquecer um por vez e depois juntar tudo como você faria em casa.
  • Bife: Infelizmente o bife dificilmente vai ficar igual feito na hora, mas siga a mesma dica do frango grelhado que ajuda a deixar ele “menos ruim”.
  • Frituras: Nunca é uma boa ideia, afinal as frituras são crocantes e ao reaquecer você vai perder toda essa “crocancia”
  • Salada: Nunca leve a salada junto com os outros alimentos, ou você vai precisar ficar separando tudo na hora de aquecer o restante.
  • Ovo cozido: Lembre-se de cortar ele antes de aquecer, ou pode vai explodir dentro do micro-ondas ou na sua cara .
  • Risotos e Purê de Batata: Para reaquecer um risoto ou purê de batata adicione um pouco de leite aqueça um pouco e misture, ou tudo vai apenas virar uma coisa grudenta e sem graça. Outra opção é deixar o purê mais molinho e o risoto com um pouco de caldo.
  • Hambúrguer: Segue a mesma ideia do frango grelhado, tire ele um pouco mal passado para que termine o processo quando reaquecer.
Quer economizar mais?

  1. Leve suas sobremesas e doces, sempre aparece alguém no trabalho pra vender alguma coisa, quando você leva suas próprias guloseimas e lanches também sai mais barato, falo por experiência própria. 
  2. Em caso de emergência:Se no seu serviço você tem a possibilidade de deixar alimentos como miojo, lasanhas, pizzas, que podem facilmente ser feitos ou com água quente como cup noddle ou no microondas, deixe lá, nunca se sabe o dia que você vai precisar.

O fantástico cabelo da cantora Ella Eyre

26 de novembro de 2014




Eu fui pesquisar sobre a pessoa que possui um cabelo super cacheado e descubro Ella Eyre, uma cantora britâcia que arrasa e já tenho música preferida "Comeback". Vendo este cabelo deu até saudade de ter cabelo longo e pintar as pontas de loiro!


Como fazer Geléia de Morango Fácil

24 de novembro de 2014



Eu peguei essa receita no blog da Bruna Enjoy Things.
É uma receita super fácil de fazer, mas eu adaptei a minha pra fazer uma quantidade menor.


Você vai precisar:
  • Uma bandeja/caixinha de morangos. 
  • 4 colheres de sopa de açúcar (super cheia) ou 6 se você gosta bem mais docinha.
Como fazer:
  1. Corte os morangos em pedaços/quadrados/ círculos (Ou pique e depois esmague os morangos se você quiser diminuir os pedacinhos de fruta). 
  2.  Junte o açúcar com os morangos picados e leve ao fogo sempre baixo. A mistura vai levantar fervura (como na foto acima) para sair a água do morango, quando essa fervura baixar conte 5 minutos e desligue.
  3. Caso você deixe a geléia muito tempo no fogo ela pode ficar muito consistente, se isso acontecer ferva água e adicione aos poucos, até chegar o ponto que você deseja.
Você pode usar essa geleia para comer biscoitos, bolachas, pães, aquele queijo, decorar seus cheescake, colocar em panquecas, recheio de bolos e cupcakes. O que sua criatividade mandar!

Galeria dos leitores

21 de novembro de 2014


Gente essa galeria ficou tão linda! Eu fiquei encantada como algumas fotos, ficaram perfeitas. E teve foto de pessoas que eu não consegui colocar aqui por causa que a foto não permite compartilhamento. Então, por favor se forem compartilhar fotos no grupo Eu Crio Moda do Flickr deixem o compartilhamento permitido. E se vocês quiserem saber de quem é a foto, é só passar o mouse sobre ela e se quiserem ser redirecionado para o perfil do autor da foto, é só clicar na imagem. 










{Filme} Garçonete (2007)

20 de novembro de 2014


Jenna (Keri Russell) trabalha como garçonete e sonha em juntar dinheiro suficiente para que possa largar Earl (Jeremy Sisto), seu marido prepotente e controlador. Ela possui o dom de fazer tortas especiais, as quais são inspiradas pelos problemas e circunstâncias de sua vida. Entretanto uma gravidez inesperada muda seus planos, fazendo com que ela se fortaleça ao decidir escrever cartas para o bebê que espera.
Ano: 2007



Jenna é uma pessoal frustrada que através das suas experiências vai se expressando na criação de tortas e as nomeando de forma incomum. Nota-se que nos momentos em que ela está pensando sobre a vida ela começa a criação da torta, o que é bem bacana, pois a criação é demonstrada no filme. 
Eu achei bem interessante essa ideia da criação e os sentimentos passados no filme, eu nunca vi  de isso de forma tão explicita num filme sobre "comida".

É interessante que quando Jenna passa a escreve isso nos ajuda  a acompanharmos sua transformação, e a nos solidariezarmos com seus sentimentos, tudo aquilo que ela tem dentro de si começa a vir a tona e ela começa mudar.

Muita gente não gostou do filme, e eu até entendo, estamos acostumados há um tipo de final, e graças as animações japonesas eu já me desapeguei desse tipo final. Eu acredito que o final foi bem apropriado. E não se enganem pela capa do filme e assistam!

 O filme é bem fofo e engraçado, eu super recomendo. mas que assistam de barriga cheia, pois tem imagens que dão água na boca. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...