Meu look: Vestido Unicórnio

23 de maio de 2016



Eu estou com problemas com a minha câmera, acho que têm uns quatro anos que tenho ela, o disparador está estragado e estou tendo dificuldades para fazer as configurações. Eu sinto que ela não me serve mais, preciso de uma mais desafiante, mas quem disse que tenho grana pra investir outra? Não tenho. Mesmo assim tenho insistido, com ela mas os resultados não estão sendo satisfatórios.

Contudo, resolvi fotografar com a câmera do celular e com a ajuda do Pixrl Editor fiquei mais satisfeita com o resultado. Talvez eu fotografe looks com mais frequência agora. 

Vamos ao look, eu comprei essa blusa/vestido na minha última viagem. Era única peça diferente da loja em Barra do Garças-MT e foi bem baratinha, 25 Dilmas.  O unicórnio é bem bonito,  com lantejoulas e os detalhes rasgadinhos complementam sua peculiaridade. E tem dois bolsões na lateral, na última foto um ficou para fora, mas gostei tanto daquela foto que resolvi publicar.

E o meu cabelo tá com a cor diferente de novo. Estou tentando desbotar sem descolorir, a tendência são as cores piorarem. 

{Fotografia} Skin

21 de maio de 2016


.
Eu acho muito bonita essa fotografia do corpo, essa exposição natural e sem adereços. A simplicidade da pele que deixa tudo mais fantástico. 
Essa maneira de se expressar apenas através da própria pele, na minha opinião, também é uma forma de amor próprio, quem se expõe dessa forma tão natural, dá a entender que tem muito amor por si, que tem muita aceitação ali, ou ao contrário, que existe muita fragilidade. 

{Clique na foto para ser redirecionado para o autor}

.
lights
Sem título
Fragile
Sem título
 Dear farytale
 Ellizi
Skin
Skin.
Summer Skin
Azt hiszem nincs mint mondani,beszél magától....
Sobre a fragilidade

Do cabelo rosa ao roxo sem descolorir

19 de maio de 2016



Eu estava pintando o cabelo de rosa havia mais de cinco mese e apesar de estar uma cor linda, enjoei! Sim, esse é mal de quem colore os cabelos. Ás vezes você acompanha um pessoal colorido e acha a cor linda que eles mudam de uma hora para outra.

Mudar a cor do cabelo sem descolorir não é complicado. Se você for esperta e fizer o teste da mecha. Fiz o teste com o verde marine e ficou azul, mas como eu não tinha suficiente, tive que apelar para o violeta da HardKeraton.

 Descolorir gera muito desgaste e transtorno para os fios, então o quanto você puder evitar melhor
Passei o tonalizante no cabelo conforme instruções da embalagem e vejam o resultado. ficou um roxo bem lindo. Mas confesso que como não passei direito, ficou um roxo manchado. 


Depois de mais ou menos dez lavagens, o cabelo desbotou para um violeta rosado:


{Leitura} Como eu era antes de você

17 de maio de 2016



Sinopse:  Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.

Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.


Confesso que só me interessei em ler este livro quando vi o trailler do filme. E infelizmente, li a sinopse dele "Depois de você" que me trouxe um grande spoiller. Mas mesmo assim resolvi ler este livro. 

Caro leitor, devo dizer que Jojo Moyes tem sensibilidade para transparecer de forma clara os sentimentos dos personagens. Desta forma, não tem como os leitores não se identificarem um pouco com esses personagens. E você imagina todos eles, o que sentem, e sente juntos com eles. A escrita da autora é responsável por isso. É envolvente e tocante.

Eu já lí muitos romances água com açúcar na adolescência (Júlia, Sabrina,), mas nada igual a este. E não me crucifiquem comparando-o com estas coleções. Livros, são livros, independentes do seu nicho. 

Como eu era antes de você, foi impactante e emocionante. Me deixou dias pensando nessa história, tipo uma depressão pós-leitura. Mas ele não é uma história de amor, ele fala de superação, mudança, persistência, dor e passividade. 

A história não é sobre o cara numa cadeira de rodas e uma garota que muda o mundo dele. A história é sobre duas pessoas que independente de suas dores e receios, mudam a vida um do outro. E lá no livro, você percebe que as aparências enganam, que a fragilidade vem disfarçada. E que é duro demais admitir a impotência, o medo, o receio, mas que ás vezes é preciso enfrentar essas situações do que continuar fugindo.

Nos faz pensar também que a nossa vontade não é soberana, por mais que desejemos algo, não significa que temos o direito de forçar a situação para que as coisas aconteçam de dada maneira. Que devemos tomar nossas decisões por nós mesmos, e tentar ajudar quem amamos, mas respeitando seu modo de ser no mundo. 

Mais que uma história de amor é uma história sobre encontrar seu lugar no mundo. Além de tocar em um tema delicado como o suicídio assistido. 

E quem leu? O que achou? Adoro fazer essas discussões tipo clube do livro *-*

{Tutorial} Iluminador Prism (arco-irís)

16 de maio de 2016



Vocês já devem ter notado por ai, várias pessoas (inclusive eu!) compartilhando o iluminador Prism. Ele foi criado por uma moça chamada Jenna. Ela tem uma marca chamada Bitter Lace Beauty, que na qual fabrica makes artesanais, vendidas no site Etsy, especializado em produtos feitos a mão, tipo o Elo7 brasileiro.

A ideia do iluminador Prism foi um super sucesso, o produto já está esgotado, mas está em fabricação, ouvi boatos que tem até lista de espera para comprá-lo.

 O site entrega no Brasil e o Prism custa $22 dólares.


O que eu achei? Achei divino e com certeza usaria na balada, festivais, eventos geeks, look do dia, e em poses fotográficas magnificas. 

A Kah Bachini do Eai, beleza? Fez um tutorial demonstrando como você pode fabricar esse produto, já que o produto tá de difícil acesso, pelo tempo de espera. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...