Museu dos Dinossauros em Peirópolis-MG

7 de março de 2020



Quando passamos por Uberaba-MG acabamos passando por uma placa que indicava que havia um museu dos dinossauros, nos programamos para na volta passar por lá. O museu fica em Peirópolis, distrito de Uberaba, há 20 km da cidade.Um passeio bem divertido que as crianças adoraram.

Almoçamos na Caçarola do Dino. E tem um playground ao ar livre, mas não usamos, pois estava chovendo. A comida só tem opção self-service. R$30,00 por adulto. Criança a partir de 6 anos paga meia e de 0 a 5 anos é gratuito.


As informações abaixo foram retiradas do site da prefeitura, a entrada no museu é gratuita.


Terra dos Dinossauros
O paleontólogo gaúcho Llewellyn Ivor Price(1905-1980), considerado o pai da paleontologia brasileira, começou a trabalhar em Peirópolis em 1947 e permaneceu na região até 1974.

Realizou uma escavação sistemática na região de Caieira, entre 1949 e 1961. Como resultado, foram recuperadas centenas de ossos fossilizados do período Cretáceo Superior (100 a 65 milhões de anos atrás), sobretudo de dinossauros do grupo dos titanossauros.

Todo o acervo de fósseis coletado pelo renomado paleontólogo e seus auxiliares, ao longo de três décadas, integra a coleção do Museu de Ciências da Terra do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), no Rio de Janeiro.

Hoje, Uberaba é mundialmente conhecida como a Terra dos Dinossauros do Brasil com a maior quantidade de espécies do país. Seus fósseis, excepcionalmente bem preservados, em quantidade e diversidade singulares, é o que possibilita manter esse título.
Turismo Sustentável
O Geossítio Peirópolis possuem diversas atrações para encantar o visitante. Seus museus contam com um rico acervo de fósseis de dinossauros e outros vertebrados, além de painéis explicativos sobre a evolução das espécies e dioramas que reconstituem os cenários da vida, dos animais e vegetais que habitaram a região de Uberaba há milhões de anos.

Seu gramado é um lugar perfeito para a realização de piqueniques, práticas de yoga, observação do céu e várias outras atividades de lazer. O local também recebe eventos que estão se tornando tradicionais na região, como por exemplo o festival de Inverno.

Para receber bem o turista, há restaurantes e lanchonetes. Peirópolis também conta com pousadas que remetem ao sossego de uma vida no campo.

As cachoeiras e trilhas são atrativos a parte para quem gosta de natureza e aventura. Importante lembrar que quem visita deve cuidar desse patrimônio e não deixar lá seu lixo.

Peirópolis possui uma comunidade modesta mas objetivada no futuro. Juntos caminham a passos largos para adequar o turismo rural na linha do turismo moderno, capaz de atender bem aos turistas que o visitam.

Maiores informações podem ser obtidas na Casa do Turista.

O Centro de Pesquisas Paleontológicas “Llewellyn Ivor Price”, constitui o Museu dos Dinossauros e a extinta Rede Nacional de Paleontologia, hoje sede do CCCP. Criado em 2010, é um centro de referência nacional em paleontologia desenvolvendo atividades de pesquisa, ensino e extensão.

Possui 1.500 fósseis tombados em sua coleção científica, principalmente do Cretáceo Superior (entre 93 e 66 milhões de anos), a grande maioria de Uberaba, mas também das bacias geológicas do Paraná, Parnaíba, Potiguar e do Araripe, provenientes de salvamentos paleontológicos realizados em obras de grande porte.

Abriga exemplares como o Uberabatitan ribeiroi, o maior dinossauro brasileiro já encontrado. Fósseis de três indivíduos dessa espécie foram descobertos em 2004 na região de Serra da Galga, entre as cidades de Uberaba e Uberlândia, durante a realização das obras da duplicação da rodovia BR-050. O trabalho de retirada dos fósseis foi concluído em 2006, após os técnicos escavarem manualmente cerca de 300 toneladas de rochas que datavam do período Cretáceo e Paleogeno para a extração do material.

O museu tem permanentemente duas exposições: O Museu dos Dinossauros, propriamente dito, e outro espaço em musealização na sede do CCCP, que juntos contemplam uma das mais interessantes, atualizadas e didáticas exposições de paleontologia do interior do país.

As mostras permitem aos visitantes uma viagem ao tempo profundo, em face à quantidade, diversidade, grau de preservação de seus fósseis.

Horário de funcionamento:

Terça a sexta- feira das 8:00 às 17:00 horas

Sábados, domingo e feriados das 8:00 as 17h30.

Entrada franca









Um comentário:

  1. AMO esses passeios e não fazia ideia que temos algo do tipo aqui no Brasil - essa jornalista está envergonhada kkkkkkk. Minas Gerais é um estado que amo e tenho muita vontade de fazer um tour por várias cidades. Já posso colocar essa no roteiro.
    Beijo enorme! ❤ | Quase Aurora

    ResponderExcluir

"Eu não entendo de moda.Eu entendo do que eu gosto..."

*Sugestões,Criticas, Dúvidas e elogios,são bem-vindas!
Email:lady-style13@hotmail.com, adicione-me!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...