{Filmes} O maravilhoso agora (2013); O espaço entre nós e Homens (2017), Homens, mulheres e filhos (2014)

26 de julho de 2017



Sinopse: Sutter Keely (Miles Teller) leva uma vida despreocupada. Ele nunca terminou os estudos, adora festas e álcool, e troca frequentemente de namorada. Quando é rejeitado por uma de suas pretendentes, ele se embebeda e acorda em um gramado ao lado de Aimee Finicky (Shailene Woodley). Nasce uma relação improvável entre esta garota solitária, fã de ficção científica, e o homem que vive apenas no tempo presente.

Aimme tem muitas responsabilidades, já Sutter leva um dia de cada vez, "vivendo o momento". Quando os dois passam a se relacionar, fica nítido que Aimme tem muito potencial, ela quer crescer, mas não tem coragem para isso. Já Sutter, quer viver como bem entende, sem se preocupar com as responsabilidades, mas por trás de todo esse desprendimento, existe um motivo. Ele criará um herói a quem seguir, uma referência, que ao se deparar com a realidade faz com que este entre em conflito, pois o futuro que o espera não era bem o imaginado. Gostei do desenvolvimento de Aimme e em certos momentos do filme achei Sutter um babaca, mas vale a pena ver.

Sinopse: O adolescente Gardner Elliot (Asa Butterfield) é o primeiro humano nascido em solo marciano. Mas ele deseja fazer uma viagem à Terra para conhecer a verdade sobre seu pai biológico, e sobre seu nascimento. Nesta jornada, ele tem o apoio de Tulsa (Britt Robertson).

O filme fala sobre romance e tecnologia, nos leva a pensar sobre quais os limites éticos para viagens ao espaço e qual a necessidade de pensar em Marte como um planeta para se habitar, se já temos o nosso com todos os recursos necessários?
Achei interessante a premissa do filme, fiquei bem curiosa para assistir, mas eram tantas as questões (luto, orfandade/família, adolescência, amor e solidão) a serem focadas em pouco tempo que acabou por se perder   a emoção do filme, não creio que conseguiram realizar isso com maestria. Não achei as atuações ruins, mas nem a parte de ficção cientifica e nem o romance me conquistaram a ponto de dizer que este filme me deixou eufórica.

Sinopse: Adultos, adolescentes e crianças amam, sofrem, se relacionam e compartilham tudo, sempre conectados. A internet é onipresente e, nesta grande rede em que o mundo se transformou, as ideias de sociedade e interação social ganham um novo significado. Algumas situações como um casal que não tem intimidade; uma garota que quer ser uma anoréxica melhor; um adolescente que vive em num mundo de pornografia virtual, fazem o expectador repensar a relações humanas.

O filme fala sobre relações das pessoas com a internet, em como ela transformou nossas relações e o que temos feito e nos faz pensar nas seguintes questões: Será a internet  o novo álcool? Comportamentos e padrões a serem seguidos, não são ditados apenas pela mídia, mas por pessoas normais, reforçando padrões, estigmatizando grupos, tornando uma cadeia muito maior. As relações entre a privacidade do adolescente, pais e internet.  Assistam e pensem, talvez algumas situações apresentadas no filme lhe surpreendam ou se identifiquem com algo.  Não achei a narrativa monótona, mas não é um filme de ação. 

Um comentário:

  1. Adorei ler a sua opinião sobre os filmes.

    Confesso que, há um tempo atrás, eu tinha começado "O Maravilhoso Agora". Mas, como ando numa fase de muita impaciência, depois de uns 15 minutos, eu desisti e parei de assistir hahaha

    A sua opinião me deixou mais motivada a continuar...

    Enfim, adorei as indicações! <3

    ResponderExcluir

"Eu não entendo de moda.Eu entendo do que eu gosto..."

*Sugestões,Criticas, Dúvidas e elogios,são bem-vindas!
Email:Contato@eucriomoda.com, adicione-me!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...