Eu não sei flertar

19 de fevereiro de 2017



Sabe aqueles filmes que aparecem uma mulher ou  um  homem que sairiam de um longo relacionamento dizendo  "Eu não sei paquerar" ou "Há muito tempo que eu sai de um relacionamento, nem sei mais como namorar", "Estou nervoso, não sei como me comportar" ou "Estou velha demais para isso (esconde uma tremenda insegurança em relação ao flerte)". Então, eu sempre  pensei desde a tenra infância: A pessoa já se relacionou antes  como é que diabos ela não sabe flertar?

A arte do flerte é difícil. E isso é tudo culpa dessas séries/novelas que mostram encontros divertidos, que no final os personagens tem uma espécie de imprinting


E ai que me veio a seguinte pergunta:  Há etiquetas para encontros e relacionamentos (Se é que ainda existe essa modalidade de encontro, pois é, sou totalmente sem noção neste aspecto)? . O que eu vejo é apenas um ritual: Provavelmente um dos dois faz o convite (Cinema, lanchonete, restaurante, passeio ou filminho, jantar em casa). O negócio é que nesse "encontro" as pessoas conversam sobre tudo,  confortáveis ou desconfortáveis com a possibilidade de ter um contato físico, e - pausa dramática- não sabem como isso irá se dar. 

Outro fato engraçado é que se a conversa é um saco, as pessoas ainda se sentem na obrigação de ter um contato físico. Pois, pooooxa já aceitaram sair ou pra não deixar o outro sem graça e etc. E realmente acreditam na salvação de que: se a conversa foi uma merda, não teve imprinting,  o beijo/sexo pode salvar. E ai que entra  a questão da rejeição, esse medo que nós temos, de não ser atraente o suficiente para o outro, e eu já escrevi sobre isso aqui no blog, não vamos deixar a autoestima cair, né migas?


 É um embaralhamento sem fim  e percebo que o ritual é sempre o mesmo, mais ou menos assim: Conversação - > Refeição - > Conversa - >  Contato físico. Apesar de saber que este é o nosso ritual de "acasalamento" percebo que não gosto, eu não me sinto confortável.  Prefiro longas conversas prévias, sobre filmes, séries, livros e outros assuntos pra no final eu descobrir que eu só quero aquela pessoa como amiga ou um possível relacionamento. (Me encaixo no setor Demissexualidade)


O jeito que as pessoas flertam implica em muitas expectativas, ansiedade e se não sair dali com pelo menos um up na   autoestima, de como somos atraentes ou maravilhosos. E  ai   se o Flerte não deu certo, significa que você não é atraente e/ou não tá valendo nada no mercado.

Se o flerte for essa coisa toda tensa ai, eu realmente: Eu não sei flertar. 

6 comentários:

  1. Oi, Lua!
    A arte da conquista é uma arte, como o próprio nome já diz. O dois já vão com as expectativas altas e a ansiedade a mil, sendo boa parte delas fruto da pressão social (o que é uma droga) e isso acaba atrapalhando um pouco. Mas acho que a conversa é a hora do se soltar mais, compartilhar os interesses e ver se vai para o vamovê. Diferentemente de muitas pessoas que tentam “suprir” a falta de papo com o contato físico, para mim não rola. Eu sou geminiana, então para conquistar meu coração, você vai precisa conquistar o meu cérebro primeiro, hahaha.
    Ah, e isso de se sentir para baixo quando algo dá errado É TÃO REAL! Queria que todos nós não tivéssemos autoestima baixa, seria tão mais fácil — para ambos os lados —!

    XOXO,
    Cartas para Carolaine // @cartasparacarolaine

    ResponderExcluir
  2. Eu também nunca soube paquerar, sempre fui da máxima: se eu sou seu crush, me avisa. Pq nunca sabia quando tava rolando ou não. hahaha Mas olha, quando você encontrar alguém legal, vai rolar milhões de conversas sobre tudo e sobre o nada, e a conquista acontece. Acho que a gente quer sempre que to-dos os encontros sejam maravilhosos e tipo filme, mas nem sempre são ne?!

    ResponderExcluir
  3. Essa é mais uma das coisas complicadas da sociedade humana que eu prefiro não fazer parte. Já percebeu que tudo que é convencional, comum, que todo mundo faz, mais parece uma competição entre ser/parecer alguma coisa do que ser aquilo de verdade? Não se trata de ficar com alguém que te agradou, mas aumentar sua autoestima ficando com essa pessoa. No fim, os encontros não são sobre pessoas e relacionamentos, mas se autoafirmar em cima disso. Eu me recuso a fazer parte dessas coisas, e não marco esse tipo de encontro de jeito nenhum, acabo ficando meio deslocada, mas estou bem assim.

    Sobre demissexualidade, estou cada dia mais próxima de me identificar dessa forma. É o que mais se encaixa, na minha vivência.

    Bjs!
    31 de Março

    ResponderExcluir
  4. VAI TER TEXTÃO NOS COMENTÁRIOS SIM
    Guria eu saí de um relacionamento meio longo e não é que eu não sabia mais flertar, é que eu realmente não tava confiando em nenhum homem mais. Ex-namorado bosta partiu meu coraçãozinho em mil e todo boy que aparecia eu ficava 100% desconfiada questionando tudo, se os caras me elogiavam eu pensava 'SÓ QUER ME COMER' e tal. NO CASO, DESTRUÍDA. Daí superei um pouco isso (mentira, não superei, mas decidi que tinha que ficar com boys mesmo assim) e no início, foi justamente isso que tu disse: UMA TENSÃO SEMPRE, UM NERVOSO, ficava tentando preencher os silêncios e só piorava, me esforçando demais, enfim...
    Nunca tive medo de não ser atraente pro outro porque, mesmo em momentos de auto estima baixa, eu sempre consegui ver que BOM, SE A PESSOA ESTÁ AQUI COMIGO É PQ ALGUMA COISA EM MIM ELA GOSTA, então nunca fiquei me sentindo fisicamente mal. MAS EMOCIONALMENTE, senhor do céu. PQ EU FALEI TAL COISA? SERÁ Q ELE VAI ACHAR QUE EU FALEI ISSO PQ QUERIA DIZER AQUILO? SERÁ QUE O FATO DE EU TER FALADO AQUILO VAI SIGNIFICAR PRA ELE QUE EU QUERIA DIZER ISSO? Ficava dissecando toda e qualquer conversa, completamente louca. Aí percebi que não tava preparada pra encontros ainda.
    E aí eu parei, olhei pra mim, pensei em mim e me refiz. Foi complicado mas foi maravilhoso. Saí dessa fossa outra pessoa em relação a encontros e, primeiramente descobri que não queria FLERTAR pra engatar um possível relacionamento (não sou nenhum pouco demissexual) e que, no momento, não quero nenhum relacionamento plmdds, então sair com os caras ficou mais fácil pq eu não sinto que preciso me esforçar pro cara gostar de mim.
    mas o que mudou de verdade pra mim foi que eu aprendi que levar foras é ok. Como eu não faço esforço e parei de medir minhas palavras, OS MENINOS NÃO GOSTAM MUITO NECESSARIAMENTE DE MIM. Pq eu não faço tudo que eles querem, pq eu não tento impressionar e pq eu digo muito mais não do que sim. Inclusive já me disseram isso, que sentiam que eu não tava na deles, mas eu tava, eu só não tava como eles queriam que eu tivesse. E aí que já ouvi uma ou outra desculpa absurda para convites e tb desenvolvi uma auto-estima do além (sério nem eu acredito às vezes) e se eu vejo um cara que acho bonito eu já vou lá e digo na cara dele mesmo OI TE ACHEI BONITO e ele pode vir a responder algo do tipo 'que bom pra ti' (ISSO JÁ ACONTECEU) e eu só digo NÉ e vou embora sem nenhuma mágoa. E eu meio que amo mais quando eu não consigo do que quando eu consigo PORQUE A HISTÓRIA É SEMPRE MELHOR PRA CONTAR DEPOIS hahahaha. BAH LEVEI UM FORA LINDO GENTE é muito mais engraçado do que FIQUEI COM UM GATINHO. Assim que eu descobri que basicamente estou nessa vida pra me divertir :)
    Eu contei toda essa história porque o assunto que eu mais amo é FLERTE e fiquei emocionada de ler isso que tu postou porque meus amigos todos namoram e esse assunto não existe e quase ninguém conversa comigo sobre hahaha :~ de vez em quando posto no blog uma história ou outra, mas meu pai lê meu blog e confesso que FICO MEIO ASSIM de contar algumas coisas que eu penso, já que ele quer que eu case pq é isso que ele acha que vai me trazer felicidade. Então me retenho por respeito a ele :) espero que ele não leia o teu tb hahaha (a possibilidade existe, ele ama blogs)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CAcá adoro teu blog e suas histórias, e gostei do textão sim! HAHA seu pai deve ser uma graça. Ainda bem que vc n se encaixa na demissexualidade, é um saco ás vezes ^^

      Excluir

"Eu não entendo de moda.Eu entendo do que eu gosto..."

*Sugestões,Criticas, Dúvidas e elogios,são bem-vindas!
Email:Contato@eucriomoda.com, adicione-me!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...