O que é Mindfulness ou atenção plena

8 de agosto de 2016



Descobri sobre essa prática já faz algum tempo. E me fez relembrar o conceito de ser saudável né? Não é só cuidar da parte física e sim de forma integral. É cuidar de nós mesmos, procurando nossa melhor versão. é cultivar nossa vida afetiva e social de modo harmônico para com o próximo e tentar buscar um caminho mais equilibrado para viver as alegrias e tristezas que o nosso caminho possa no proporcionar. isso me faz lembrar que na faculdade estudei algo um pouco parecido com isso, uma mescla de psicologia humanista e a ACT - Terapia de Aceitação e Compromisso. 

Mas o que é essa prática?

{Senta que lá vem história! O texto é um pouquinho longo, mas vai valer a pena}

De acordo com a Manu:

"Mindfulness é uma tradução para inglês da palavra Sati e é definido como “a capacidade de atenção plena”, e a ideia é que ao estarmos conscientes do que se passa no nosso corpo, na nossa mente, nos nossos pensamentos e nas nossas emoções. Ou seja, de nos lembrarmos de prestar atenção, a ter consciência de nós próprios."

É uma maneira de você estar conectado com você, uma busca de autoconhecimento (O que pessoalmente acredito que seja a chave para muitos impasses na nossa vida ). O ponto central é se concentrar no presente, no que sentimos no momento, ou seja, ter atenção plena ao que vivenciamos. É uma prática meditativa que ajuda a encarar a realidade com abertura e sem julgamentos.

Rodrigo Siqueira, relata que:

"Talvez você já tenha percebido que ao ler um livro, algumas vezes precisa voltar e reler a página, pois não se lembra do que leu. Em uma reunião de trabalho, você também pode se distrair e não se recordar de algo que seu chefe ou parceiro de equipe falou. Mesmo em uma situação familiar, em um jantar de família, por exemplo, seus parentes podem estar conversando e ao lhe fazerem uma pergunta, você percebe que não sabe o que responder, porque não estava ali de verdade. Talvez já tenha agido de forma impulsiva, como responder de forma ríspida a alguém em uma conversa, e depois tenha se arrependido disto.

Caso você já tenha passado por isso, este estado de consciência em que estamos com o corpo em um lugar, mas a mente em outra, e estamos constantemente vivendo no piloto automático, é o oposto de um estado de consciência chamado mindful."

Para complementar o site Iniciativa Mindfulness aborda que:

"Mindfulness propõe uma nova de interação com qualquer coisa que aconteça na nossa vida de maneira mais consciente, aberta e gentil. Possibilitando estar sobre controle das nossas reações e escolhas, uma maneira de viver e encarar a vida permitindo enfrentar desafios e demandas do dia a dia, no trabalho e em casa. 

Mindfulness tem seu objetivo em aumentar o estar consciente e atento as experiências vividas, o aqui e agora. Este propósito é reconhecer e aceitar a realidade como ela for, sem a avaliação emocional, distorções mentais ou reagindo de maneira automática. Nossa atenção destreinada tem a tendência de buscar mais experiências positivas e evitar o que é experienciado como negativo (aversão).

Como sensações negativas estão, também, presentes na vida sendo parte inerente dela, essa busca automática e inconsciente pela sensação de prazer e felicidade, pode criar um estado persistente de infelicidade ou estresse na relação em como as coisas são."

Amo essa palavra e tenho vontade de tatuá-la já tem um tempão

Por que praticar Mindfulness?

A Manu relata que existem muitos benefícios da prática e já foi comprovado que o mindfulness ajuda a combater a ansiedade, depressão, melhora o sono, irritabilidade e o stress. Nossa memória também melhora, assim como nossa criatividade, resistência mental e física aumentam.

E segundo o site Mindfulness Brasil essa prática é relativa a promoção de saúde e têm sido estudadas em uma variedade de populações, incluindo pessoas com diagnósticos de câncer, ansiedade, depressão, dor crônica, cardiopatias, e outros transtornos relacionados ao “estresse”; bem como em indivíduos considerados saudáveis, profissionais, estudantes da área da saúde, atletas, entre outros, com níveis elevados de “estresse“.


E como praticar?

Rodrigo Siqueira traz algumas maneiras de aplicar essa prática em nossa vida:

1 - Ao tomar banho

O banho é uma oportunidade maravilhosa para a prática de Mindfulness. Sinta a água cair sobre o corpo e escorrer por sua pele, sinta a temperatura, os aromas. Vivencie o momento plenamente. Sua mente vai insistir em sair dali, mas volte sua atenção ao momento do banho, à textura do sabonete, da esponja e ao toque do xampu em seu couro cabeludo. Observe e sinta o vapor pelo banheiro.

2 - Ao se alimentar

Algumas empresas realizam, além de sessões regulares de meditação, encontros bimestrais de "mindful lunches" (almoços conscientes). Essas refeições são realizadas em completo silêncio e atenção plena ao ato. Preste atenção ao aroma, à textura, ao sabor e à imagem da comida enquanto se alimenta."Essas refeições são realizadas em completo silêncio e atenção plena ao ato. Preste atenção ao aroma, à textura, ao sabor e à imagem da comida enquanto se alimenta."

3 - Ao respirar

A respiração é um valioso objeto de meditação e um milagre silencioso que nos acompanha do nascimento à morte, mas é ignorada por nós. Prestar atenção na respiração, sentindo a entrada e a saída do ar, momento a momento, não é tarefa simples como parece. Tente sentir o ar entrar e sair, observando se ele entra por uma narina ou outra ou pelas duas. Veja se consegue perceber a diferença de temperatura de ar na entrada e na saída. A mente divaga, se afasta do momento e você gentilmente a traz de volta e reconhece o quanto ela é destreinada e dispersa. 
Não se julgue; você está começando o treinamento e vai melhorar com o tempo.

4- Ao escovar os dentes

Com a sua mão oposta e observar as sensações que virão. Além desse exercício simples permitir uma maior percepção corporal, ele também oferecerá uma ampliação no processo de novos aprendizados, obtendo uma neuroplasticidade cerebral.

Não espere resultados imediatos

  • Reflita: quando você está fora de forma, sem praticar atividades físicas por muito tempo e possui uma alimentação inadequada, algumas idas à academia não vão resolver problema algum.
É a prática sistemática e a compreensão correta sobre os fundamentos de Mindfulness que poderão causar efeitos salutares. Preferencialmente, não espere resultado algum. Pratique e deixe-se surpreender.
  • Cuidado com a atitude: "meditação não é para mim, sou muito agitado"
Essa lógica é a mesma do caso em que uma pessoa fora de forma alega que exercícios físicos não são para ela porque está fora de forma. Não faz sentido.
  • Não comece a meditar cobrando-se para "parar de pensar"
Mindfulness não é parar de pensar, mas estar aberto, curioso e desapegado ao que acontece com e em você, momento a momento, sem julgamentos.
  • Não espere sentir alguma sensação mística ou especial
Apenas pratique. Vivencie o momento. Grande parte de nossa vida passamos no passado ou no futuro. A máquina de viajar no tempo já existe: nossa mente destreinada. Permaneça presente no presente - isso já é algo especial.

Com a compreensão correta e a atitude adequada, podemos então praticar.


Alguns links para vocês se saberem mais:

2 comentários:

  1. Essa consciência no presente é algo realmente desafiador. Uma atividade que ajuda demais nesse sentimento de atenção plena é a yoga ~ foi através da prática de yoga que eu ouvi a expressão pela primeira vez e comecei a praticar. <3

    ResponderExcluir
  2. Esse é um mal da vida hiper concetada, a gente tenta dar atenção pra muitas coisas e no fim não prestou atenção em nada! Tô tentando ser mais concentrada até na frente da tv, mas tem dia que não é fácil, até a formiga andando no chão vira distração!

    ResponderExcluir

"Eu não entendo de moda.Eu entendo do que eu gosto..."

*Sugestões,Criticas, Dúvidas e elogios,são bem-vindas!
Email:Contato@eucriomoda.com, adicione-me!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...